A Palavra de Deus, a única maneira dos fieis vencerem os Mercenários

Por Gospel+ - Biblia Online O que mais preocupa não é o grito dos violentos, nem dos corruptos, nem dos desonestos, nem dos sem-caráter, nem dos sem-ética. O que mais preocupa é o silêncio dos bons. Martin Luther King

Pesquise matéria nesse blog

Carregando...

Valnice Milhomens a Profetisa Mentirosa, se Auto intitula de Apóstola.

Valnice Milhomens
Valnice Milhomens Coelho, nasceu na cidade de Carolina, Estado do Maranhão, em 1947. Converteu-se em 1963, aos 15 anos de idade ingressando no Seminário de Educadoras Cristãs, em Recife, onde bacharelou-se em 1970 em Assistência Social e Educação Religiosa.

Em 1971 foi nomeada missionária e enviada para a África pela Junta de Missões Mundiais da CBB. Serviu como tal em Moçambique por treze anos e depois foi para a África do Sul onde ficou por dois anos, ocasião em que teve contato com a confissão positiva através da Escola Bíblica Rhema, de Kenneth Hagin.

Ela conta que passou por uma crise de fé, na qual diz ter entendido a direção de Deus para a sua vida. Nesse período recebeu um chamado para retornar ao Brasil (1986) para um ministério voltado ao corpo de Cristo, sem fronteiras denominacionais. Valnice afirmou que retornou ao Brasil por um comando específico de Deus:

"Tenho um ministério para ti no Brasil. Treina-me um exército!".
Em 5 de Dezembro de 1987, funda em Recife/PE o Ministério Palavra da Fé, uma organização interdenominacional por ela presidida com foco em temas como batalha espiritual, libertação, cura interior e autoridade do crente.

Em 30 de abril de 1993 foi ordenada pastora, por um Concílio de Pastores da Nação. Quase um ano depois de sua ordenação como pastora na sede do Ministério Palavra da Fé agora em São José dos Campos/SP afirma ter recebido um novo comando do Espírito de Deus desta vez para fundar a Igreja Nacional do Senhor Jesus Cristo, inicialmente com apenas quatro pessoas. Em junho do mesmo ano (1994), reuniu a“Palavra da Fé” para se constituir oficialmente em “Igreja Nacional do Senhor Jesus Cristo – INSEJEC”.

A sede da igreja é em São Paulo, e atualmente possui mais de sessenta congregações em todo o país, além de filiais em outros países, como Portugal, Moçambique, Suíça e Japão.

Em viagem à Bogotá, Colômbia em 1999 conheceu o pastor César Castellanos líder fundador do movimento G12 em células e adotou o método para sua igreja, enfatizando maldições hereditárias, cura interior e outras heresias conhecidas. Desde 1999 é parte da equipe dos doze internacionais do Pr. César Castellanos, apóstolo da visão celular no governo dos doze e fundador da Missão Carismática Internacional, em Bogotá e em 2001 foi ordenada “apóstola” pelo mesmo.

O movimento do G12 já começou errado com Claudia Castellanos, esposa de César Castellanos se auto intitulando "pastora" insistindo na rebelião feminina que nada mais é do que o espírito de Jezabel que se apossa dessas mulheres rebeldes e que desprezam a categórica proibição Bíblica.

Valnice foi a responsável por implantar o sistema de G12 no Brasil. No início dos anos 2000, virou moda falar do "Encontro" e a frase "O Encontro é tremendo" se tornou chavão em igrejas tradicionais e pentecostais. Muitas igrejas na ânsia de obterem um crescimento instantâneo implantaram o método importado da Colômbia.

Querendo fundamentar o exclusivismo do número doze, Valnice escreveu:

"Podemos notar que o número doze, nas Escrituras, é o número de autoridade e governo... O dia tem 24 horas, que são dois tempos de doze. Cada ano tem doze meses. O relógio não poder de 11 ou de 13 horas. Deve ser de doze horas, para que possamos administrar o tempo. Não foi um capricho de Jesus escolher doze homens. Ele sabia que estava ali a plenitude do ministério. Os fundamentos requeriam doze apóstolos”.

Autora de vários livros onde divulga seus ensinos sobre prosperidade, fé e cura, também tem um amplo ministério de pregações através de dvds. Valnice foi a primeira líder evangélica mulher a usar a televisão para pregar seus ensinos. Também lidera o grupo de intercessores chamado Guerreiros de Oração.

Valnice, tal como os adventistas, defende a guarda do sábado e, a comemoração das festas bíblicas. Desde que aderiu a doutrina do G12 vem resgatando as práticas judaicas sob o pretexto de se aproximar dos judeus para sua evangelização ou como um evento esporádico para demonstração de amor e afeto a Israel.

Em entrevista à revista Vinde (hoje Eclésia), Valnice Milhomens revelou ter decidido guardar o sábado depois de ter recebido uma “iluminação” quando em uma de suas viagens a Israel.

Em 1991 proferiu num programa de televisão, a declaração que a volta de Cristo se daria em um sábado de 2007. Para chegar à conclusão da profecia, Valnice primeiro argumenta que o sábado (shabbath) é o verdadeiro Dia do Senhor e que portanto Jesus voltaria em uma noite de sábado. A seguir, ela diz que Satanás teve dois mil anos, Israel também teve dois mil, e portanto a Igreja Cristã não teria mais que dois mil, assim a volta de Cristo seria após o ano 2000.

Assista o vídeo com a falsa profecia:

Valnice e sua igreja igualam-se as seitas que marcaram por várias vezes datas para o fim do mundo e a volta de Jesus, mas sem nada acontecer. A Bíblia não apóia essas profecias acerca de data para o retorno do Senhor Jesus.

Conheça algumas idéias da “Apóstola” Valnice:

“Jesus foi recriado nas portas do inferno”

“Deus assumiu a natureza humana para que o homem assuma a natureza divina”.

“Deus me chamou para ser solteira quando ainda estava no campo. Ele pediu para que eu renunciasse o casamento. Não tenho filhos ou família, e vivo exclusivamente para Deus. Sou dominada, obcecada, tomada por uma visão que me consome dia e noite, que é ter um Brasil rendido aos pés de Cristo. Durmo isto, sonho isto, "como" isto... Dou todas as minhas ações e atitudes para o avanço do avivamento de Deus na Terra”.

"O marketing é criação do homem e o homem é criação de Deus. Por que Deus não usaria o marketing para atrair mais fiéis?"
Valnice Milhomens ensina que 'schambalá' é a palavra chave (secreta porque não sabe o seu significado) para se obter o Dom de línguas.

Valnice Milhomens, em entrevista à revista Vinde declarou:

"Meu contato com Israel me mostrou várias coisas, como os dias proféticos, as alianças: seis' dias trabalharás e ao sétimo descansarás. Êxodo 31 declara que o sábado é o sinal de uma aliança perpétua e da volta de Cristo."

A Sra. Milhomens, contradiz frontalmente o ensino neotestamentário do fim da Lei mosaica em Cristo Jesus ( Rom.14.5, Col 2.16, Ef.2.15, Gal.3.23-25). Da mesma forma a circuncisão era uma aliança perpetua e nem por isso ela a instituiu em sua igreja ( Gen.17 10-14). Esta Sra, já chegou declarar que Jesus vai vir em um Sábado de 2007, sendo que o próprio Senhor Jesus, declarou que o dia e a hora de sua vinda ninguém sabe. (Mat 24:36,43,50. 25:13)

Valnice Milhomens contou à revista Eclésia 2003, págs. 26,27 em entrevista intitulada “Eu sigo o comando de Deus”que, guiando-se por profecias, ela “sabia” exatamente o que Deus queria para o Brasil:

“Ora, Deus havia me dito que… o Brasil seria governado pelo PT. Eu sabia que o Lula é que deveria ser eleito. Creio que o presidente, acima de tudo, é fruto de nossas orações… Deus vai usar o governo de Lula para levar o Brasil a conquistas”.
Também na revista Eclésia, edição 93 Valnice disse:

"Uma semana antes das eleições, um irmão muito simples, com dom profético, me ligou de Goiânia e disse: "Valnice, Deus colocou em meu coração que é preciso tocar os quatro pontos do Brasil antes das eleições, para quebrar a influência maligna e libertar o país". Após o telefonema eu peguei um mapa do Brasil e fiquei orando e chorando sobre ele... Então parti acompanhada por um pastor amigo. Durante todo o tempo estive vestida com as cores do Brasil e levava uma caixinha com trigo, representando a Palavra; azeite, representando a unção do Espírito; e vinho, representando a comunhão com o Senhor, além da Bíblia, é claro, para ser enterrada nos pontos extremos”.

Adepta do modismo dos “atos proféticos” os quais estão baseados na crença de que o cristão faz ou diz, tem repercussão no mundo espiritual, crendo que assim como Deus, pela sua palavra falada, trouxe todas as coisas a existência, da mesma maneira, nós como sua imagem, podemos trazer coisas a existência pelo poder da palavra falada. Esse ensino é uma blasfêmia idolátrica, que procura assemelhar o homem a Deus. Esses “atos proféticos” normalmente têm como objetivo, “conquistar” cidades ou nações para o Reino de Deus, ou ainda alcançar objetivos esquisitos.

Com base nessa crença a "apóstola" já realizou vários (e bizarros) "atos proféticos" pela conversão do Brasil:
- Já ficou quarenta dias sem comer e, ela que já é magra, ficou cadavérica
- Já raspou a cabeça
- Já andou descalça
- Já se vestiu de "saco"
- Já enterrou exemplares da Bíblia em vários Estados do Brasil (Segundo ela, só os Estados que "DEUS revelou". Minas ficou de fora)
- Já enterrou estacas em locais específicos (também revelados por DEUS, claro), "marcando território" e "tomando posse da terra que DEUS deu aos crentes por promessa e herança".

Ufa! O que mais será que ela fará em prol da conversão do Brasil?

Deve estar faltando alguma coisa porque até agora, nada. Quando ela ajudou na divulgação do tal G12, andou profetizando Brasil afora que em 10 anos toda a nação brasileira estaria convertida. Lá se vão quase 11 anos e...

Infelizmente esses “atos proféticos” têm levado pessoas boas, e até conhecedores da Palavra a cometerem atos que em nada são parecidos ao que Deus sempre ensinou aos seus profetas na Bíblia. A sede pelo sobrenatural chega às raias do absurdo e da cegueira espiritual, pois na prática ninguém tem a preocupação em saber a procedência desse “sobrenatural”, aceitando como de procedência Divina, algo que bem pode ser maligno.

Fonte: Google